segunda-feira, maio 20, 2024

Iniciativa vai desenvolver e integrar a cadeia produtiva do Entorno do DF

Lançado nesta quinta-feira (23), programa ExpoRide promoverá ações em 12 municípios da Área Metropolitana de Brasília para estimular o avanço tecnológico da região composta por 1,2 milhão de pessoas

Adriana Izel, da Agência Brasília I Edição: Débora Cronemberger

Incentivar o desenvolvimento dos municípios do Entorno do Distrito Federal é também investir na capital federal. Devido às relações econômicas, sociais e geográficas, 12 municípios goianos integram a Área Metropolitana de Brasília (AMB). Trata-se de um território composto por mais de 1,2 milhão de pessoas que se somam aos mais de 2,8 milhões de habitantes do DF.

Termo de cooperação assinado pelo governador Ibaneis Rocha nesta quinta (23) envolve investimento de cerca de R$ 2 milhões | Fotos: Renato Alves/Agência Brasília

Em mais uma ação de integração com o estado de Goiás, o Governo do Distrito Federal (GDF) firmou uma parceria com Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico do Distrito Federal (Codese-DF) para fomentar o Programa Integrado de Desenvolvimento Regional e Transformação Digital das Cadeias Produtivas e Municípios da Ride-DF e Entorno (ExpoRide). A iniciativa visa gerar desenvolvimento tecnológico nas cidades selecionadas por meio da promoção do levantamento de dados e capacitação da cadeia produtiva, visando a geração de renda e emprego qualificado.

“É um projeto que vai unir cada vez mais essas forças de trabalho que existem nos municípios do Entorno e no DF para podermos trabalhar de forma integrada, como pensou Juscelino que Brasília seria o motor de desenvolvimento de toda uma região”Governador Ibaneis Rocha

– Publicidade –

A consolidação da parceria ocorreu na manhã desta quinta-feira (23), quando o governador do DF, Ibaneis Rocha, assinou o termo de cooperação por meio da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF) e da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti-DF). O investimento é de R$ 1.999.209,38.

“Nós temos que cuidar da nossa região integrada, porque nós temos vários municípios que dependem da vida do Distrito Federal. Hoje damos um passo a mais ao lançar esse projeto para que possamos avançar no desenvolvimento [do setor produtivo] da Ride (Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno) e do DF”, afirmou o chefe do Executivo, citando que o GDF já atua em parceria com os municípios em áreas como saúde e transporte e agora terá mais uma expansão. “Precisávamos ter um instrumento para integrar as cadeias produtivas e o Codese nos apresentou esse projeto no início do ano”, acrescentou.

“Esse programa além de olhar para o futuro, retribui e reconhece a importância do Entorno para o DF”, destacou o secretário de Ciência e Tecnologia, Leonardo Reisman

Ibaneis Rocha lembrou que o programa promoverá a integração do Distrito Federal com o Entorno que vai ao encontro com o que pensou o presidente Juscelino Kubitschek ao trazer a capital federal para o Centro-Oeste brasileiro. “É um projeto que vai unir cada vez mais essas forças de trabalho que existem nos municípios do Entorno e no DF para podermos trabalhar de forma integrada, como pensou Juscelino que Brasília seria o motor de desenvolvimento de toda uma região. É exatamente o que a gente busca fazer hoje à frente do Governo do Distrito Federal”, destacou o governador.

 

 

Além do investimento financeiro, os órgãos do GDF participarão levando o conhecimento local para as cidades goianas. “Hoje os municípios do Entorno têm necessidade de melhoria institucional em várias áreas, como saúde, educação, desenvolvimento econômico e social, tecnologia e inovação. Por meio das capacidades que temos na nossa cidade vamos levar desenvolvimento tecnológico, inovação e inclusão digital para a Ride”, adiantou o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Leonardo Reisman. “Esse programa além de olhar para o futuro, retribui e reconhece a importância do Entorno para o DF”, completou.

“Brasília tem que pensar nessa integração e em soluções eficientes no Entorno para que possamos melhorar a nossa qualidade de vida e o Entorno possa ter capacidade de desafogar a pressão demográfica e de serviços públicos aqui no DF”, disse o presidente da FAPDF, Marco Antônio Costa Júnior

O diretor-presidente da FAPDF, Marco Antônio Costa Júnior, reforçou que o projeto resultará em melhorias também para o Distrito Federal. “Pela proximidade, os problemas da Ride nos afetam diretamente aqui no Distrito Federal. Portanto, Brasília tem que pensar nessa integração e em soluções eficientes no Entorno para que possamos melhorar a nossa qualidade de vida e o Entorno possa ter capacidade de desafogar a pressão demográfica e de serviços públicos aqui no DF”, analisou.

Os municípios participantes são Águas Lindas de Goiás, Alexânia, Cidade Ocidental, Cocalzinho de Goiás, Cristalina, Formosa, Luziânia, Novo Gama, Padre Bernardo, Planaltina de Goiás, Santo Antônio do Descoberto e Valparaíso de Goiás.

Investimento em capacitação

A iniciativa prevê uma agenda de ações dividida em cinco frentes de trabalho a serem realizadas até o primeiro semestre de 2024. “É um programa longo, de três anos. Estamos assinando agora a primeira fase em conjunto com a FAPDF e a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, com o apoio do GDF”, explicou o presidente do Codese-DF, Leonardo Ávila. De acordo com ele, cada cidade terá quatro projetos selecionados para participar do programa, que serão selecionados com o apoio das prefeituras e da Associação dos Municípios Adjacentes a Brasília (Amab).

A primeira etapa é a adesão e o engajamento dos municípios ao Modelo de Maturidade de Cidades Inteligentes Sustentáveis Brasileiro (MMCISB), seguida do levantamento de dados que fará o diagnóstico dos desafios de cada uma delas para o desenvolvimento econômico.

A terceira consiste na capacitação de agentes públicos e empreendedores municipais. Já o quarto ciclo conta com a realização de maratonas de inovação, os chamados hacktowns, para a discussão de soluções que levem ao desenvolvimento e geração de renda nestas localidades.

O encerramento será com a realização do evento ExpoRide em maio do ano que vem em Brasília, com palestras e workshops abordando os desenvolvimentos regional e tecnológico, inovação nas cadeias produtivas e as cidades inteligentes e estandes de exposição para os negócios atendidos nas etapas anteriores do programa.

Para o prefeito de Valparaíso de Goiás e presidente da Amab, Pábio Mossoró, o programa é uma forma de aprofundar a integração entre os municípios da Ride e o Distrito Federal levando melhor qualidade de vida à população. “Esse diagnóstico das necessidades da região e o trabalho em parceria certamente vai melhorar a qualidade de vida e da prestação de serviço no Entorno. Quando você leva qualificação dá oportunidade para que os municípios estejam preparados para atender melhor seus moradores”, defendeu.

23/11/2023 - Iniciativa vai desenvolver e integrar a cadeia produtiva do Entorno do DF