quarta-feira, julho 17, 2024

Pacientes do Grupo de Emagrecimento do HRSM participam de palestra sobre autoestima 


As integrantes do Grupo de Emagrecimento do Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) tiveram um encontro especial na última sexta-feira (3). As duas turmas se juntaram no período da tarde e tiveram palestra com psicóloga sobre autoestima. Depois, receberam orientações de uma personal stylist.

“Decidimos fazer algo diferente pra elas melhorarem sua autoestima e entenderem quais tipos de roupa valorizam seu corpo, quais cores vão cair melhor, tudo pra que elas se sintam melhores aos se olharem no espelho. É todo um processo, não é só o emagrecimento por si só”, explica a nutricionista Laryssa Paz, idealizadora do Grupo de Emagrecimento do HRSM.

Participantes do Grupo de Emagrecimento do HRSM conversaram sobre autoestima e foram orientadas sobre moda | Foto: Divulgação/IgesDF

A palestra sobre autoestima foi com a psicóloga Maria Aparecida Martins, que abordou o conceito geral e subjetivo de autoestima. Dentre as questões trabalhadas no tema, ela enfatizou que a forma de se cuidar, se olhar, se alimentar e se dedicar a si mesmo, às vezes tirando uma hora do dia para fazer algo que gosta, são maneiras de alimentar a autoestima e ela está presente nos detalhes.

“É necessário alimentar a autoestima diariamente. Eu vejo este momento como muito assertivo para esse grupo, porque às vezes é a falta de uma validação em algo na vida que poderia mudar muitas coisas. Uma validação de repente no sentido da vida, o porquê tem o excesso de peso, muitas vezes elas não conseguem lidar com esses sentimentos e questões subjetivas”, explica.

A psicóloga também destaca que na palestra busca trabalhar questões como, que tipo de pessoa elas são, para que aprendam a valorizar também suas formas e sair dessa busca por um biotipo padrão. “É abrir a mente para que elas vejam que podem ser amadas e valorizadas do jeito que são, é o autoconhecimento de si mesmas e o autorrespeito. O peso não pode anular as vitórias conquistadas ao longo dos anos”, destaca Maria Aparecida.

Reflexão e amor próprio

A consultora de imagem Nathália Viana deu orientações sobre melhores peças para valorizar o corpo e falou também sobre a importância e o significado das cores | Fotos: Divulgação/IgesDF

Késsya Kellen Castro, de 31 anos, sofre com a obesidade desde os 16 anos e acredita que momentos assim são importantes para refletir. “Já faço acompanhamento há quase dois anos com nutricionista aqui no HRSM porque sofro muito com o efeito sanfona desde a minha adolescência”, relata.

A consultora de imagem Nathália Viana deu orientações sobre melhores peças para valorizar o corpo, a importância e significado das cores e abordou principalmente a questão do amor próprio. “A autoestima está relacionada à confiança sobre nós mesmos, sobre como enxergamos a nossa imagem frente à sociedade. É necessário se amar e se conhecer para saber o que gosta ou não, e conseguir mostrar sua essência através de sua imagem”, afirma.

Luana Reis, de 42 anos, começou a engordar depois de sua gravidez, aos 24 anos. Desde então, não consegue emagrecer e se consegue, volta a engordar um tempo depois.“Sonho em fazer uma bariátrica, mas por enquanto, sigo tentando com os meios que tenho. Adorei esse momento, porque às vezes nós mesmas nos colocamos para baixo. Até enxergamos algo bom na gente, mas que fica esquecido e quando outra pessoa fala nos faz refletir e ver que devemos nos amar”, analisa.

Grupo de Emagrecimento

Com a alta demanda por atendimento nutricional no Ambulatório do Hospital Regional de Santa Maria, a equipe decidiu criar o Grupo de Emagrecimento, voltado para pacientes que precisam perder peso, com qualidade de vida e restabelecendo uma relação positiva com a alimentação. Os encontros ocorrem quinzenalmente nas sextas-feiras, sendo uma turma pela manhã e outra à tarde, cada uma com capacidade de até 15 pacientes por turma e duram cerca de 2h30.

Para participar é necessário ter encaminhamento via regulação para acompanhamento nutricional no HRSM. Os critérios de seleção são os pacientes com índice maior de obesidade, além de comorbidades. O grupo tem duração de três meses.

*Com informações do IgesDF

 



Source link