terça-feira, julho 16, 2024

Tendas de acolhimento a pacientes com dengue realizam mais de 22,1 mil atendimentos no DF


As novas tendas de acolhimento a pacientes com dengue já atenderam mais de 22,1 mil pessoas. São 11 espaços inaugurados no último mês pelo Governo do Distrito Federal (GDF) para facilitar o acesso da população a exames e consultas. Eles funcionam todos os dias da semana e são semelhantes a hospitais de campanha. Em três tendas o atendimento é realizado 24 horas e as demais das 7h às 19h. A primeira foi inaugurada no dia 11 de abril.

Somente neste sábado (4), foram registrados 1.453 atendimentos. Além disso, no período, 434 pessoas foram testadas e nove foram transferidas para outras unidades da rede pública de saúde em razão do agravamento do quadro clínico da doença.

Ao todo, são 11 espaços em operação, onde a população tem acesso a exames e consultas, sendo três com funcionamento 24 horas e os demais com atividade das 7h às 19h | Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

A tenda com o maior número de assistências nas últimas 24 horas foi a do Gama, com 168 atendimentos, seguida pelas de Planaltina (163), Paranoá (162), Guará (155), Taguatinga (155), Ceilândia (144), Samambaia (138), Plano Piloto (108), Vicente Pires (87), Areal (87) e Varjão (86).

Ao todo, são 11 espaços em operação, onde a população tem acesso a exames e consultas, sendo três com funcionamento 24 horas e os demais com atividade das 7h às 19h. Em cada um deles, há mais de 60 profissionais da saúde para atender uma média de 150 pessoas por dia. As unidades estão espalhadas pelo Guará, Gama, Paranoá, Planaltina, Plano Piloto, Ceilândia, Samambaia, Taguatinga, Vicente Pires, Varjão e Areal.

‌As tendas funcionam diariamente, com estrutura semelhante a hospitais de campanha, e estão estrategicamente posicionadas próximo a hospitais regulares, unidades de pronto atendimento (UPAs) e unidades básicas de saúde (UBSs) a fim de garantir um atendimento mais rápido aos pacientes sintomáticos da doença e, consequentemente, reduzir a pressão sobre o Sistema Único de Saúde (SUS).

Funcionamento 24 horas
→ Gama: estacionamento do Hospital Regional (HRG)
→ Guará: em frente à UBS 1
→ Paranoá: estacionamento do Hospital da Região Leste

‌Funcionamento das 7h às 19h
→ Plano Piloto: estacionamento do Hospital Regional da Asa Norte (Hran)
→ Vicente Pires: estacionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA)
→ Varjão: atrás da Unidade Básica de Saúde (UBS) 1
→ Taguatinga: estacionamento do ambulatório do Hospital Regional (HRT)
→ Planaltina: na policlínica da região
→ Águas Claras: estacionamento da UBS 1 do Areal
→ Ceilândia: estacionamento do Hospital Regional (HRC)
→ Samambaia: estacionamento da Unidade Básica de Saúde (UBS) 7



Source link